Main Page

Voô Negro
“Negra está aquela flecha!
Você abriu os olhos
Secou a boca
Sentiu medo
Viu sua vida passar
E aquela flecha!
Única flecha!
Voou rápida e certeira
Rasgou tecidos
quebrou sua espinha

De rubro ficou escuro
Do calor para o frio
Agora apodreça
Alimente os ratos
Sua vida vale menos
Do que a negra flecha!"

Poema escrito por “Cristal” narrando o acerto crítico no inimigo.
Cristal

Main Page

A Sociedade dos Corvos Mortos Grendi