Wolfurion

Inquisidor do deus da guerra e estudioso/estrategista de guerra

Description:
Bio:

Wolfurion é um homem na casa de seus 50 e poucos anos, 1,85m de altura, corpo atlético, pele parda, com os cabelos e longa barba esbranquiçados pelo tempo. Ostenta com orgulho uma grande cicatriz que parte da lateral esquerda de sua cabeça e se estende até o lado direito do maxilar formando três grandes linhas que cortam em diagonal seu rosto.
Usa uma armadura adornada com peles de lobo que se adapta perfeitamente a seu corpo deixando transparecer sua condição física privilegiada para homens de sua idade.
Na cintura carrega um mangual obra-prima que usa para ‘’disseminar’’ a palavra de seu deus.

Como inquisidor do deus da guerra foi agraciado com serviçais e um castelo de médio porte em uma área isolada do reino onde dá continuidade às suas pesquisas em diversos ramos da ciência, oculto, maldições e forjaria. O porão de seu castelo pode ser comparado com centros de pesquisas tecnológicas e genéticas dos tempos modernos.

Os resultados de seus estudos são constantemente visados por generais e reis que contratam mercenários para tentar obter alguma de suas maravilhas bélicas desenvolvidas em seus porões. Por este motivo seu castelo é constantemente vigiado por um pequeno exército de licantropos que outrora foram hereges trazidos ao castelo com o intuito de ‘’evangelização’’.

Uma vez capturados e declarados hereges, seus prisioneiros tem duas escolhas: a morte ou penitência. A primeira é auto-explicativa, porém a segunda é a chave para as pesquisas de Wolfurion, pois a penitência proposta por ele é a total aceitação de seu deus e total submissão a seus estudos, ou seja, os hereges passam de ratos imundos a ratos de laboratório.

Porém em todos estes anos havia uma área que não havia sido explorada, a imortalidade, porém fatos estranhos começaram a ser percebidos no reino, dentre eles homens altos de pele escura com vestes de pele de animais que mesmo após terem suas gargantas rasgadas por laminas, podiam ser vistos perambulando pela cidade novamente como se nada tivesse acontecido. Este fato despertou a atenção de Wolfurion que partiu em busca de respostas e quem sabe um novo ‘’espécime’’ para ser estudado.

Wolfurion

A Sociedade dos Corvos Mortos marciorambo